9 etapas para planejar o conteúdo do site

Planejar e desenvolver o conteúdo do seu site pode ser uma tarefa difícil. Se você tem três ou cem páginas, decidir qual conteúdo colocar em seu site é crucial para seu sucesso geral. O conteúdo não inclui apenas a cópia escrita, mas também imagens, gráficos ou arquivos para download.

Garantir que você tenha o conteúdo certo para seus usuários e colabore com outras pessoas da sua empresa pode ser difícil. Um pouco de planejamento e estratégia que inclua esses nove passos facilitará muito. Então, após o desenvolvimento de sites, invista para criar um conteúdo incrível para seus visitantes.

1. Avalie sua cópia atual

A primeira coisa a fazer ao criar seu novo site é avaliar sua cópia atual. Se este é seu primeiro site, procure por materiais como folhetos existentes para estabelecer qual conteúdo já está disponível.

Faça a si mesmo três perguntas.

  • O conteúdo está correto ou ainda é preciso?
  • Está faltando alguma coisa?
  • É útil para meus leitores?

Certificar-se de que as coisas estão corretas ajudará a garantir que você não tenha preços desatualizados ou informações incorretas.

Sua empresa provavelmente mudou desde a primeira vez que você criou seu site e talvez você precise incluir serviços adicionais. Definir um objetivo claro e específico para cada parte do conteúdo ajudará a garantir que você esteja dando às pessoas algo de valor para ler. (Veja a seção de recursos no final do artigo para uma planilha que pode ajudar nesse processo.)

2. Determinar seu público-alvo

Antes de decidir qual conteúdo incluir em seu site, defina quem constitui o público-alvo de seu website. Entender, ou pelo menos identificar, com quem você está falando ajudará a fornecer clareza ao planejar o restante de seu conteúdo.

Isso também permitirá avaliar se as informações são claras ou até mesmo necessárias. Pode ajudar a desenvolver audiências primárias, secundárias e até mesmo terciárias para garantir que você leve em consideração todos os seus visitantes e suas necessidades individuais.

3. Use os Sitemaps como Copy Blueprints

Se você comparar a criação de um site para a construção de uma casa, o sitemap é como o modelo do arquiteto. Sem isso, você pode planejar uma casa que não tenha banheiros ou armários suficientes.

Existem muitos programas e conjuntos de software diferentes projetados para organizar as informações. Você pode usar uma ferramenta como a função Organograma do Microsoft Word ou, para planos mais detalhados, a ferramenta gratuita de plataforma cruzada XMind .

O XMind pode ser uma ferramenta útil para criar seu sitemap.

XMind é uma ferramenta útil para construir seu sitemap.

Comece pensando nos grandes baldes de conteúdo antes de ficar muito detalhado. Uma página pode transmitir tudo o que é necessário ou você precisa de subpáginas para fornecer mais detalhes? Títulos de páginas curtos e sucintos funcionam melhor em navegações do que em frases longas. Ao dar esse passo, você pode reorganizar e priorizar seu conteúdo antes de começar a escrever.

4. Colabore com os outros

Mesmo se você for a única pessoa em um negócio, você desejará incluir outras pessoas no processo de revisão e edição para garantir que sua cópia seja gramaticalmente correta e que faça sentido para os outros.

Se você trabalha em uma organização que requer que outras partes interessadas ponderem ou contribuam, há uma variedade de métodos que podem ajudar a aliviar essa dor. Tente evitar usar um único arquivo para todo o seu conteúdo, pois isso não permite uma colaboração fácil.

O uso do Google Docs facilita o compartilhamento de um documento para edição conjunta. Outro serviço para colaboração de conteúdo do site é o JumpChart , que permite que vários usuários forneçam feedback e recursos de controle de versão para facilitar o gerenciamento de edições históricas.

O JumpChart é uma ferramenta para colaboração e desenvolvimento de conteúdo.

O JumpChart é uma ferramenta para colaboração e desenvolvimento de conteúdo de sites.

5. Use Storytelling Versus ‘Storyselling’

Você pode sentir que seu site é uma chance de “contar sua história”. Em vez disso, ele deve contar as histórias de outras pessoas que se beneficiaram do uso de seus produtos ou serviços.

Evite falar sobre o quão maravilhoso é o seu negócio. Em vez disso, forneça evidências ou resultados. Use uma linguagem que seja familiar ao seu público-alvo, e não uma terminologia específica do setor.

Recorra aos seus problemas explicando seu produto ou serviço como uma solução. Forneça benefícios claros em marcadores fáceis de ler em vez de parágrafos detalhados. Tornar seu conteúdo centrado no usuário atende às necessidades dos usuários e conta sua história em vez de apenas a sua.

6. Escreva para humanos e motores de busca

Para aqueles de vocês que sabem a importância de escrever sua cópia para SEO, não fiquem muito focados em injetar seus principais termos de pesquisa tantas vezes que o conteúdo se torne ilegível. Ao incluir naturalmente seus termos em toda a cópia no site, você garante que, assim que alguém chegar lá, não pareça um robô.

Além disso, ao usar “palavras-chave semânticas”, você pode desenvolver uma variedade de palavras que fornecem o mesmo significado em torno de suas principais palavras-chave.

Se você é um advogado de divórcio, por exemplo, não diga “advogado de divórcio” a cada poucas palavras. Em vez disso, use termos relacionados como “direito da família” ou “guarda dos filhos”. Isso ajudará a variar seu conteúdo e, ao mesmo tempo, permitirá que você mantenha palavras que apóiem ​​seus esforços de pesquisa.

7. Faça o Copy Action Orientado

Incentive as pessoas a agirem assim que lerem sua cópia. Se você quiser que ele ligue para você, envie uma mensagem para mais informações ou compre um produto on-line, informe qual é o próximo passo no final da sua cópia. Fornecer um endereço de e-mail ou links para sua página de contato oferece a eles uma ação fácil, enquanto sua empresa ainda é importante.

8. Dê o recurso visual de cópia

Divida seu texto com imagens, gráficos ou ilustrações de apoio. Além disso, como a maioria das pessoas não lerá todas as suas cópias, mas as examinará em vez disso, separe-as usando citações ou depoimentos maiores, bem como listas com marcadores. Além disso, mantenha seus parágrafos curtos e use subtítulos para dividir as seções.

A escolha da fonte correta desempenha um papel significativo na legibilidade da sua cópia. A maioria dos web designers recomenda o uso de um tipo de letra sem serifa para cópia do corpo e um serif ligeiramente maior para as manchetes. O uso dessas técnicas pode ajudar a garantir que sua cópia pareça tão boa quanto útil.

9. Definir prazos

Embora seja mais fácil do que nunca editar sua própria cópia do site com um sistema de gerenciamento de conteúdo como o WordPress, isso pode ser o inimigo de completar e lançar seu novo site. Você precisará definir prazos concretos para garantir que seu projeto permaneça no caminho certo. Agrupar as atividades de criação de conteúdo em partes relevantes garante que você conclua as tarefas no prazo.

Começar com a seção sobre ajuda a definir o tom da sua cópia e auxilia na determinação dos principais diferenciais a serem enfocados em todo o site. Salve as páginas menores, com menos cópias, como contatos e locais para o final.

Defina os prazos iniciais de cópia para sua equipe, agende revisões de todas as partes interessadas e, finalmente, determine quando inserir todas as cópias no site.

Planejar o conteúdo do seu site não precisa ser tão oneroso quanto possa parecer. Investindo tempo em pré-planejamento e estratégia, o processo pode ser muito mais fácil.